Cildo Meireles






Inserções em Circuitos Ideológicos: Projeto Coca - Cola
Espaços Virtuais: Canto 1B
Projeto de buraco para jogar políticos desonestos
Camelô
Muro e Quadro Negro
Introdução a uma nova crítica
Olvido
Marulho
Cruzeiro do Sul
Babel
Através
Amerikkka
Atlas
Abajur
Eureka/Blindhotland
Para Pedro
Esfera Invisível
Jogo da Velha
Ouro e paus - Engradados - N.5
Descala 2A 2B
Desvio para o vermelho

Nascido em 1948, Rio de Janeiro, Brasil.
Vive e trabalha em Rio de Janeiro, Brasil.

Exposições Individuais

    2015

  • Galerie Lelong, Nova York, EUA.
  • 2014

  • Cildo Meireles: Instalações. Curadoria de Vicente Todolí. Milão, Itália: Hangar Bicocca.
  • Pling Pling, Galeria Luisa Strina, São Paulo, Brasil.
  • Like a needle in a haystack, Kunsthal 44 Møen, Dinamarca.
  • 2013

  • Cildo Meireles. Curadoria de João Fernandes. Madri, Espanha: Centro de Arte Reina Sofia, Palacio de Velazquez, 2013. Itinerância no exterior: Museu de Arte Contemporânea de Serralves, Porto, Portugal, 2013-2014.
  • 4 x 4. Curadoria de João Bandeira. São Paulo, Brasil: Centro Universitário Maria Antonia. 2013-2014.
  • 2011

  • Ocupação Cildo Meireles. 10ª Edição do Projeto Ocupação. Curadoria de Guilherme Wisnisk. São Paulo, Brasil: Itaú cultural.
  • 2010

  • Os amigos da Gravura. Curadoria Reila Gracie. Rio de Janeiro, Brasil: Museu da Chácara do Céu.
  • Glovetrotter. São Paulo, Brasil: Galeria Luisa Strina.
  • 2009

  • Cildo Meireles. Museu d´Art Contemporani de Barcelona, Espanha. Itinerância no exterior: Ciudad de Mexico: MUAC – Museu Universitario de Arte Contemporâneo.
  • 2008

  • Cildo Meireles , Tate Modern, Londres, Inglaterra.
  • 2007

  • Camelô, Estação Pinacoteca, São Paulo, Brasil.
  • 2006

  • Babel, Cildo Meireles, Estação Pinacoteca, São Paulo, Brasil.
  • Babel, Cildo Meireles, Museu Vale do Rio Doce, Espírito Santo, Brasil.
  • 2005

  • Cildo Meireles algum desenho [1963 – 2005], Centro Cultural Banco do Brasil, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Casos de Sacos, Galeria do Sesc Petrópolis, Rio de Janeiro, Brasil.
  • 2004

  • Occasion, Portikus im Leinwandhaus, Frankfurt, Alemanha.
  • Cildo Meireles, Kunstreverein in Hamburg, Hamburg, Alemanha.
  • Cildo Meireles – Descalas and Strictu, Galerie Lelong, Nova York, EEUU.
  • Cildo Meireles, Württembergischer Kunstverein Stuttgart, Stuttgart, Alemanha.
  • 2003

  • Cildo Meireles, Musée d’Art Moderne et Contemporain de Strasbourg, Strasbourg, França.
  • Cildo Meireles, Galeria Luisa Strina, São Paulo, Brasil.
  • Cido Meireles, Miami Art Museum, Miami, EUA.
  • 2002

  • Cildo Meireles – Geografia do Brasil, Museu de Arte Moderna da Bahia, Salvador, Brasil.
  • Espaço Cultural Venâncio (ECCO). Brasília, Brasil.
  • Arquipelagos – Aquisições Essenciais, Museu de Arte Moderna. Rio de Janeiro, Brasil.
  • 2001

  • Cildo Meireles, Arte Futura e Companhia, Brasília, Brasil.
  • Cildo Meireles – Geografia do Brasil, Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães, Recife, Brasil.
  • 2000

  • Cildo Meireles – retrospectiva, Museu de Arte Moderna de São Paulo, São Paulo, Brasil.
  • Cildo Meireles – retrospectiva, Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil.
  • 1999

  • Cildo Meireles, Studio K. Kiasma Museum of Contemporary Art, Helsinki, Finlândia.
  • Cildo Meireles – retrospective, The New Museum of Contemporary Art, Nova York, EEUU.
  • KInglaterraa/kakka e Camelô, Galerie Lelong, Nova York, EEUU.
  • 1998

  • Camelô, Galeria Luisa Strina, São Paulo, Brasil.
  • 1997

  • Cildo Meireles, (org. IVAM – Valencia), Institute of Contemporary Art (ICA), Boston, EEUU.
  • Eureka/Blindhotland e Fio, Galerie Lelong, Nova York, EUA.
  • Cildo Meireles, Centre d´art Contemporain Le Creux de le Enfer, Thiers, França.
  • Cildo Meireles – Atelier Finep, Paço Imperial, Rio de Janeiro, Brasil.
  • 1996

  • Cildo Meireles, (org. IVAM – Valencia), Fundação Serralves, Porto, Portugal.
  • Cildo Meireles, Espaço Cultural Sérgio Porto, Rio de Janeiro, Brasil.
  • 1995

  • Cildo Meireles, IVAM, Centre del Carme, Valencia, Espanha.
  • Two Trees, Laumeier Sculpture Park, Saint-Louis, MO, EUA.
  • Ouro e Paus, Galeria Joel Edelstein, Rio de Janeiro, Brasil.
  • 1994

  • Entrevendo & Volátil, Capp Street Project, San Francisco, EUA.
  • 1992

  • Metros I, Galeria Luisa Strina, São Paulo, Brasil.
  • 1990

  • Projectsn.21: Cildo Meireles, Museum of Modern Art, Nova York, EUA.
  • Cildo Meireles, Institute of Contemporary Art, Lower Gallery, Londres, Inglaterra.
  • 1989

  • Campos de Jogos, Galeria Luisa Strina, São Paulo, Brasil.
  • 1986

  • Cinza, Galeria Luisa Strina, São Paulo, Brasil.
  • Cinza Petite Galerie, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Desvio para o Vermelho, Museu de Arte Contemporânea de Universidade de São Paulo, São Paulo, Brasil.
  • 1984

  • Duas Coleções – Desenhos, Sala Oswaldo Goeldi, Brasília, Brasil.
  • Desvio para o Vermelho, Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro, Brasil.
  • 1983

  • Obscura Luz, Galeria Luisa Strina, São Paulo, Brasil.
  • Obscura Luz, Galeria Saramenha, Rio de Janeiro, Brasil.
  • 1981

  • Artigos Definidos & Espaços Virtuais: Cantos, Galeria Luisa Strina, São Paulo, Brasil.
  • 1979

  • O Sermão da Montanha: Fiat Lux, Centro Cultural Cândido Mendes, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Artigos Definidos, Galeria Saramenha. Rio de Janeiro, Brasil.
  • 1978

  • Cildo Meireles – Desenhos, Pinacoteca do Estado de São Paulo, São Paulo, Brasil.
  • 1977

  • Casos de Sacos – Pinacoteca do Estado de São Paulo, São Paulo, Brasil.
  • Casos de Sal sem carne, Museu de Arte e Cultura Popular, Cuiabá, Brasil.
  • 1975

  • Eureka/Blindhotland, Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Cildo Meireles –Blindhotland/Gueto, Galeria Luiz Buarque de Hollanda e Paulo Bittencourt, Rio de Janeiro, Brasil.
  • 1967

  • Desenhos, Museu de Arte Moderna, Salvador, Bahia, Brasil.

Exposições Coletivas

    2017

  • Avenida Paulista, MASP Museu de Arte de São Paulo, São Paulo, Brasil.
  • 2016

  • Shanghai Project, Himalayas Museum, Shanghai, China.
  • Por aqui tudo é novo, CACI Centro de Arte Contemporânea Inhotim, Brumadinho, Brasil.
  • Os muitos e o um: arte contemporânea brasileira na coleção de Andrea e José Olympio Pereira, Instituto Tomie Ohtake, São Paulo, Brasil.
  • Homo Ludens, Galeria Luisa Strina, São Paulo, Brasil.
  • Em Polvorosa, Museu de Arte Moderna (MAM-Rio), Rio de Janeiro, Brasil.
  • A Cor do Brasil: de Visconti a Volpi, de Sued a Milhazes, Museu de Arte do Rio (MAR), Rio de Janeiro.
  • Site Santa Fe, Santa Fe, EUA.
  • Brazil, Beleza?! Contemporary Brazilian Sculpture, Museum Beelden aan Zee, Haia, Holanda.
  • Totemonumento, Galeria Leme, São Paulo, Brasil.
  • 2015

  • Resistence Performed – Aesthetic Strategies under Repressive Regimes in Latin America, Migros Museum, Zurique, Suíca.
  • Imagine Brazil, DHC/ART, Montreal, Canadá.
  • Programa Paralelo, Casa França-Brasil, Rio de Janeiro, Brasil.
  • q & a, Galleria Continua, San Gimignano, Itália.
  • 34a Panorama da Arte Brasileira, MAM – Museu de Arte Moderna, São Paulo, Brasil.
  • International Pop, Dallas Museum of Art, Dallas, EUA.
  • Casa Cidade Mundo, Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica, Rio de Janeiro, Brasil.
  • TRIO Bienal, Rio de Janeiro, Brasil.
  • CFB: 25 Anos, Casa França-Brasil, Rio de Janeiro, Brasil.
  • 14a Bienal de Istambul, Istambul, Turquia.
  • Encruzilhada, Parque Lage, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Experiência da Arte, Sesc Santo André, Santo André, Brasil.
  • Nous l'avons tant aimée, la revolución, [mac] Musée d'Art Contemporain de Marseille, Marseille, França.
  • A queda de céu, Paço das Artes, São Paulo, Brasil.
  • International Pop, Walker Art Center, Minneapolis, EUA.
  • Do Objeto para o Mundo – Coleção Inhotim, Itaú Cultural, São Paulo, Brasil.
  • Imagine Brazil, Instituto Tomie Ohtake, São Paulo, Brasil.
  • Made in Brasil, Casa Daros, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Possibilities of the Object: Experiments in Modern and Contemporary Brazilian Art, The Fruitmarket Gallery, Edimburgo, Escócia.
  • 2014

  • Eu represento os artistas, Revisited, curadoria de Fernanda Arruda, Galeria Luisa Strina, São Paulo, Brasil.
  • Que coisa é? uma conversa / a conversation, Pivô, São Paulo, Brasil.
  • A pegada Pop, Galeria Carbono, São Paulo, Brasil.
  • artevida – A citywide contemporary art exhibition. Curadoria de Adriano Pedrosa e Rodrigo Moura, Casa França-Brasil, Rio de Janeiro, Brasil.
  • 2013

  • Imagine Brazil, Astrup Fearnley Museet, Oslo, Noruega.
  • 30 _ Bienal – Transformações na arte brasileira da 1ª à 30ª edição, Fundação Bienal de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil.
  • O abrigo e o terreno. Curadoria de Clarissa Diniz e Paulo Herkenhoff. Rio de Janeiro, Brasil: MAR, Museu de arte do Rio.
  • Circuitos cruzados Pompidou encontra o MAM. Curadoria de Paula Alzugaray; Cristine Van Assche. São Paulo, Brasil: Museu de Arte Moderna de São Paulo.
  • Planos de fuga: uma exposição em obras. Curadoria de Jochen Volz; Rodrigo Moura. São Paulo, Brasil: Centro Cultural Banco do Brasil.
  • Secret Codes. Curadoria de Agustin Pérez Rubio. São Paulo, Brasil: Galeria Luisa Strina.
  • Textiles: Open letter. Abstraktionen, textilien, kunst. Curadoria de Rike Frank e Grant Watson. Mönchengladbach, Alemanha: Museum Abteiberg.
  • Suspicious Minds. Curadoria de Cristina Recupero. São Paulo, Brasil: Vermelho.
  • 2012

  • O interior está no Exterior, Casa de Vidrio – Lina Bo Bardi, curado por Hans Obrist Ulrich, São Paulo, SP, Brasil.
  • Group show, Kiasma – Museum of Contemporary Art, Helsinki, Finlândia.
  • Aberto Fechado: Caixa e Livro Na Arte Brasileira, Pinacoteca, São Paulo, Brasil.
  • Planos de Fuga – Uma Exposição em Obras – Centro Cultural Banco do Brasil – CCBB – São Paulo, São Paulo, Brasil.
  • Los Impolíticos, Espacio de Arte Contemporáneo, Montevideo, Uruguai.
  • Arte de contradicciones. Pop, realismos y política. Brasil – Argentina 1960 – Fundación PROA, Buenos Aires, Argentina.
  • Performing Abstraction – Luciana Brito Galeria, São Paulo, Brasil.
  • Aire de Lyon – Fundación PROA, Buenos Aires, Argentina.
  • This Will Have Been: Art, Love & Politics in the 1980s – Museum of Contemporary Art Chicago (MCA), Chicago, IL, EUA.
  • The Spiral and The Square, Trondheim Kunstmuseum, Trondheim, Noruega.
  • 2011

  • 11a Biennale de Lyon, une terrible beauté est née, Lyon, França.
  • En Obras, com curadoria de Adriano Pedrosa, Tenerife Espaço de las Artes, Ilhas Canárias, Espanha.
  • Cildo Meireles: Projeto Ocupação, Itaú Cultural, São Paulo, Brasil.
  • 32º Panorama de Arte Brasileira, MAM, São Paulo, Brasil.
  • The Spiral and the Square,_ Exercises in Translatability, Bonniers Konsthall, Estocolmo, Suécia.
  • Vestígios de Brasilidade, Santander Cultural, Recife, Brasil.
  • Art Basel Miami Beach, Stand K14, Galeria Luisa Strina, Miami, EUA.
  • =748.600, Santander Cultural, Recife, Brasil. Curadoria de Renan Araujo.
  • 2010

  • 29ª Bienal de São Paulo, Brasil.
  • Arquivo Brasília Cidade Imaginário, Brasília, Brasil.
  • As Construções de Brasília. Rio de Janeiro, São Paulo, Brasil.
  • On Line. Drawing Through the Twentieth Century. The Museum of Modern Art – MOMA. New York, EUA.
  • Primeira e ultima, Notas sobre o monumento, curadoria de Rodrigo Moura. Galeria Luisa Strina.
  • Snapshots of Tourism, Gallery Augusta, HIAP Suomenlinna, Helsinki, Finlândia.
  • Like Tears in Rain, Palacio das Artes – Fabrica de Talentos, Porto, Portugal.
  • 2009

  • Um Mundo sem Molduras. MAC – Museu de Arte Contemporânea, São Paulo, SP, Brasil.
  • Los Impoliticos, Palazzo delle Arti Napoli, Nápoles, Itália.
  • Grito e Escuta, 7th Mercosul Biennial, Porto Alegre, Brasil.
  • À Contre-Corps / Countering the Body, Frac Lorraine, Metz, França.
  • Brasilian Summer.Art & the City, Museum Het Domein, Sittard, Holanda.
  • On the Margins of Art. Creation and Political Engagement, Museu d’Art Contemporani de Barcelona, Espanha.
  • Making Worlds, 53rd Itálian Pavilion, International Art Exhibition, Bienal de Veneza, Veneza, Itália.
  • Unbuilt Roads, baseada no livro Unbuilt Roads: 107 Unrealised Projects, Hatje Cantz (1997) editado por Hans Ulrich Obrist e Guy Tortosa, e-flux Nova York, EEUU.
  • NÓS, Museu da República, Rio de Janeiro, Brasil.
  • The Collection, Siobhan Davies Dance Studio & Victoria Miro Gallery, Londres, Inglaterra.
  • 2008

  • When Lives Become Form – Contemporary Brasilian Art: 1960 – Present, Museum of Contemporary Art Tokyo, Tóquio, Japão.
  • Trazos Humanos [Human Traces], University Gallery, University of Essex, Colchester, Essex, Inglaterra.
  • No Es Neutrala – Daros Latinamerica Collection, Tabakalera, Donostia-San Sebastian, Espanha.
  • Arte No Es Vida: Actions by Artists of the Americas, 1960-2000, El Museo del Barrio, Nova York, EEUU.
  • 2007

  • New Perspectives in Latin American Art, 1930-2006: Prints, Photographs, and Media Works, Museum of Modern Art, Nova York, EEUU.
  • Face to Face, The Daros Collections, Zurique, Suiça.
  • Arte para Crianças [Art for Children], Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Transactions, Blanton Museum of Art, University of Texas, Austin, Texas, EUA.
  • Time Present Time Past: Highlights from 20 Years of the International Istanbul Biennial, Istanbul Modern, Istanbul, Turquia.
  • 6th Mercosul Biennial, Porto Alegre, Brasil.
  • New Economy, Artists Space, Nova York, EUA.
  • 2006

  • Paralela, Prodam, Parque do Ibirapuera, São Paulo, Brasil.
  • Contrabando, Galeria Luisa Strina, São Paulo, Brasil.
  • To see the world, to feel it with your eyes – Lofoten International Art Festival, Svolvaer, Norway.
  • Blanton Museum, Austin, TX, EEUU.
  • New acquisitions, Tate Modern, Londres, Inglaterra.
  • Seduções, Daros Latinamerica, Zurique, Suíça.
  • 2005

  • Person of the Crowd, Contemporary Museum, Baltimore, Baltimore, MD, EEUU.
  • Transeuntes – América Latina, Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo, São Paulo, Brasil.
  • 51st International Exhibition: Always a Little Further, La Biennale di Venezia, Veneza, Itália.
  • OpenSystems – Rethinking Art c.1970, Tate Modern, Londres, Inglaterra.
  • Populism, Stedelijk Museum Amsterdam, Amsterdam, Holanda.
  • Populism, Contemporary Art Center (CAC), Vilnius, Lituania.
  • Populism, National museum of Art, Architecture and Design, Noruega.
  • Populism, Frankfurter Kunstverein, Frankfurt, Alemanha.
  • Collecció Fundació LaCaixa 20 anys amb lart contemporani, Fundación La Caixa – CaixaForum, Barcelona, Espanha.
  • 20 Desarranxos: Panorama da arte brasileira, Museo de Arte Contemporanea de Vigo, Espanha.
  • 2004

  • Beyond Geometry – Experiments in Form 1940s-70s, Miami Art Museum, Miami, EEUU.
  • Fotografia e Escultura no acervo do mam (1995-2004), Museu de Arte Moderna São Paulo, São Paulo, Brasil.
  • Inverted Utopias: Avant-Garde Art in Latin America, MFAH-Museum of Fine Arts, Houston, EEUU.
  • Beyond Geometry – Experiments in Form 1940s_70s, Los Angeles County Museum of Art – LACMA, Los Angeles, CA, EEUU.
  • A angles vifs, capc Musée d’art contemporain, Burdeaux, França.
  • MoMA at El Museo, Latin American and Caribbean Art from the Collection of the Museum, El Museo del Barrio, Nova York, EEUU.
  • The Paper Sculpture Show, Orange County Museum of Art, Newport Beach, CA, EEUU.
  • The Paper Sculpture Show, Dunlop Art Gallery, Regina, Canada.
  • Liverpool Biennial, Liverpool, Inglaterra.
  • Beyond Geometry: Experiments in Forms 1940s-70s, Los Angeles County Museum of Art, CA, EEUU.
  • Ordem X Liberdade – arte abstrata nas coleções do Museu de Arte Moderna e Gilberto Chateaubriand, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Aquarela Brasileira, Centro Cultural Light, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Imagem Sitiada, Espaço Sesc Rio de Janeiro, Brasil.
  • Paralela, São Paulo, Brasil.
  • 2003

  • Zona People 1974-1985 Non profit art space – Firenze, Mamco – musée d´art moderne et contemporain, Ginebra, Suiça.
  • Dreams and Conflicts: The Dictatorship of the Viewer, La Biennale di Venezia, Veneza, Itália.
  • Coletiva, Galeria Luisa Strina, São Paulo, Brasil.
  • 8a International Biennial de Istanbul, Istambul, Turquia.
  • Arte all Arte – arte architettura paesaggio. Curadoria: Antonelle Colonna e Vicente Todoli. San Gimignano. Siena/Toscana, Itália.
  • Contemporaneidade – homenagem a Mario Pedrosa, Galeria Evandro Carneiro, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Geometrias – abstração geometrica latinoamericana en la Coleccion Cisneros, Museo de Arte Latinoamericano de Buenos Aires, Argentina.
  • Uneasy Space – interactions with 12 artists, Site Santa Fé Museum, Santa Fé, NM, EEUU.
  • The Paper Sculpture Show, Sculpture Center, Nova York, EEUU.
  • The Paper Sculpture Show, Bellevue Art Museum, Washington, EEUU.
  • Autonomia do Desenho – anos 70, Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Panorama da Arte Brasileira (Desarrumado) – 19 Desarranjos. Museu de Arte Moderna de São Paulo, São Paulo, Brasil.
  • Panorama da Arte Brasileira (Desarrumado) – 19 Desarranjos, Paço Imperial, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Panorama da Arte Brasileira (Desarrumado) – 19 Desarranjos, Museu Aloísio Magalhães, Recife, Brasil.
  • Apropriações – curto-circuito de experiências participativas, Museu de Arte Contemporânea de Niterói, Niterói, Rio de Janeiro, Brasil.
  • O Sal da Terra, Museu Vale do Rio Doce, Espírito Santo, Brasil.
  • Um difícil momento de equilíbrio, Museu de Arte Moderna de São Paulo, São Paulo, Brasil.
  • A Nova Geometria, Galeria Fortesvilaça, São Paulo, Brasil.
  • A subversão dos meios, Itaú Cultural, São Paulo, Brasil.
  • Arte e Sociedade – uma relação polêmica, Instituto Itaú Cultural, São Paulo, Brasil.
  • 2002

  • Documenta XI, Platform 5: Ausstellung I Exhibition, Kassel, Alemanha.
  • Der Globale Komplex, Center for Contemporary Art, Linz, Austria.
  • Desenhistas e Coloristas, Galeria Luisa Strina, São Paulo, Brasil.
  • El final del eclipse, Museo Extremeño e Iberoamericano de Arte Contemporáneo, Badajoz, Espanha.
  • Paralela, São Paulo, Brasil.
  • Vivências – dialogues between the works of Brasilian artists from 1960 – 2002, The New Art.
  • Gallery Walsall, Sainsbury Centre for Visual Art, University of East Anglia, Norwich, Inglaterra.
  • Tempo, The Museum of Modern Art, Nova York, NY, EEUU.
  • Transit – Latin American at the university Essex Gallery of Art, Essex, Inglaterra.
  • Caminhos do Contemporâneo 1952-2002, Paço Imperial, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Paralelos – arte brasileira da segunda metade do século XX em contexto, Museu de Arte Moderna de São Paulo, São Paulo, Brasil.
  • Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Fluxus und die Folgen – 40 Jahre, Strojectbüro Stadtmuseum, Wiesbaden, Alemanha.
  • Arte all Arte – Arte Architectura Paisaggio–7, Palazzo delle Papesse Centro Arte Contemporanea, Siena, Itália.
  • Les années 70: l´art en cause, Musée d´Art Contemporain, Bordeaux, França.
  • Entre a Palavra e a Imagem, Museu de Arte Moderna e Cittã América, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Imagens do Brasil – 80 anos de Modernismo, Coleção Nemirovsky, Museu de Arte de São Paulo, Brasil.
  • Identidade – o retrato brasileiro na coleção Gilberto Chateaubriand, Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Beyond Preconceptions: the sixties experiment, Museu de Arte Moderna, São Paulo, Brasil.
  • Beyond Preconceptions: the sixties experiment, University of California, Berkeley Art Museum, Berkeley, EUA.
  • Beyond Preconceptions: the sixties experiment, Freedman Gallery Albright College Center for the Arts, Reading, PA, EUA.
  • 2001

  • Más allá de los preconceptos – El experimento de los sesenta, MAMBA – Museo de Arte Moderno de la Ciudad de Buenos Aires, Buenos Aires, Argentina.
  • Breeze of AIR/ Hortus Conclusus, Witte de With, Rotterdam, Holanda.
  • Versiones del Sur – Eztetykadelsueño, Palácio de Cristal/Palácio Velasquez, Museo Nacional, Centro de Arte Reina Sofia, Madri, Espanha.
  • The Public Garden- the enclosure and disclosure of the Public Garden, Rotterdam, Holanda.
  • Trajetória da Luz na Arte Brasileira, Itaú Cultural, São Paulo, Brasil.
  • Beyond Preconceptions: the sixties experiment, Museo de Arte Moderna, Buenos Aires, Argentina.
  • Beyond Preconceptions: the sixties experiment, Paço Imperial, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Espelho Cego – seleções de uma coleção contemporânea, Paço Imperial, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Espelho Cego – seleções de uma coleção contemporânea, Espaço Cultural Venâncio, Brasilia, Brasil.
  • El Final del Eclipse – el arte de America Latina en la transición al siglo XXI, Fundación Telefónica, Madri, Espanha.
  • Ars 01, Kiasma Museum of Contemporary Art, Helsinki, Finlândia.
  • Rembrandt to Rauschenberg: Building the Collection, Jack S. Blanton Museum of Art, University of Texas at Austin, Austin, TX, EEUU.
  • Do Corpo à Terra – um marco radical na arte brasileira, Itaú Cultural, Belo Horizonte, Brasil.
  • Da Adversidade Vivemos, Musée d´Art Moderne de la Ville de Paris, Paris, França.
  • Auto-retrato – o espelho do artista, Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo, São Paulo, Brasil.
  • Auto-retrato – o espelho do artista Galeria de Arte SESI / Centro Cultural FIESP, São Paulo, Brasil.
  • Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro, Brasil.
  • 2000

  • Beyond Preconceptions: the sixties experiment, Veletrzni Palac National Gallery, Prague, República Checa.
  • Beyond Preconceptions: the sixties experiment, Zacheta National Gallery of Contemporary Art, Warsaw, Polônia.
  • Global Conceptualism – Points of Origin, 1950s-1980s, MIT List Visual Arts Center, Cambridge, Massachusetts, EUA.
  • Worthless(Invaluable) – the concept of value in contemporary art, Museum of Modern Art Ljubljana, Ljubljana, Slovenia.
  • Zona Instável: Cildo Meireles, Luiz Alphonsus e Alfredo Fontes, Escola de Artes Visuais do Parque Lage, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Kwangiu Biennale 2000 Man + Space, Kwangiu, Coreia do Sul.
  • Jornal Aberto, Museu do Telefone/Espaço Telemar, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Marcas do Corpo – Dobras da Alma, XII Mostra de Gravura de Curitiba, Fundação Cultural de Curitiba/Museu da Gravura de Curitiba, Brasil.
  • Projeto de Aquisição e Coleção de Obras, Fundação Cultural de Curitiba/Museu da Gravura da Cidade de Curitiba, Curitiba, Brasil.
  • Situações – arte brasileira anos 70, Casa França Brasil, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Cildo Meireles + Lawrence Weiner, Kunstverein Köln, Köln, Alemanha.
  • Cildo Meireles + Lawrence Weiner, Kunstverein Heilbron, Heilbron, Africa do Sul.
  • Others Modernities, The London Institute Gallery, Londres, Inglaterra.
  • Vivências/Lebenserfahrung/Life Experience, Generali Foundation, Viena, Austria.
  • Versiones del Sur – Fricciones, Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofia, Madri, Espanha.
  • Versiones del Sur – Heterotropias, Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofia, Madri, Espanha.
  • Versiones del Sur – No és sólo lo que vés:pervertiendo el Minimalismo, Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofia, Madri, Espanha.
  • Outros 500 – Highlights of Brasilian Contemporary Art in UECLAA, University of Essex Collection of Latin American Art, Colchester, Inglaterra.
  • Investigações: o trabalho do artista, Itaú Cultural, São Paulo, Brasil.
  • Novas Aquisições, Museu de Arte Moderna – aspectos de uma coleção (Coleção Gilberto Chateaubriand), Rio de Janeiro, Brasil.
  • Pintura Contemporânea Brasileira, Atualidade Galeria de Arte, Rio de Janeiro, Brasil.
  • A nova Geometria, Galeria Fortes Vilaça, São Paulo, Brasil.
  • Investigações: O trabalho do artista, Itaú Cultural, São Paulo, Brasil.
  • Técnica Mista sobre Papel, Galeria Thomas Cohn, São Paulo, Brasil.
  • A Figura Humana Na Coleção Itaú, Itaú Cultural, São Paulo, Brasil.
  • 1999

  • Horizontes Cambiantes, University of Essex, Colchester, Inglaterra.
  • Por que Duchamp?, Paço das Artes, São Paulo, Brasil.
  • Objeto anos 60/90 – cotidiano de arte, Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Global Conceptualism: point of origin 1950s-1980s, Queens Museum of Art, Nova York, EUA.
  • Global Conceptualism: point of origin 1950s-1980s, Walker Art Center, Minneapolis, EUA.
  • Global Conceptualism: point of origin 1950s-1980s, Miami Art Museum, Miami, EEUU.
  • S.M.A.K., Stedelijk Museum voor Actuele Kunst, Gand, Bélgica.
  • Circa 1968, Museu Serralves, Porto, Portugal.
  • The Garden of Eden, National Museum of Etnology, Leiden, Holanda.
  • The Garden of Eden, The Fabric Workshop Museum, Philadelphia, PA, EUA.
  • A imagem do Som de Chico Buarque, Paço Imperial, Rio de Janeiro, Brasil.
  • 1998

  • Teoria dos Valores, Museu de Arte Moderna de São Paulo, São Paulo, Brasil.
  • Teoria dos Valores,Casa França Brasil, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Gravados Brasileños Contemporâneos, Fundacion Centro de Estudos Brasileños, Buenos Aires, Argentina.
  • The Garden of Forking Paths, Helsinki City Art Museum, Helsinki, Finlândia.
  • O Moderno e o Contemprâneo na Arte Brasileira – coleção Gilberto Chateaubriand, Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Horizonte Reflexivo, Centro Cultural Light, Rio de Janeiro, Brasil.
  • XXIV Bienal de São Paulo- Núcleo Histórico: antropofagia e histórias de canibalismos, São Paulo, Brasil.
  • Insertions, Notes towards the dematerialization of the art exhibition, Nordiska Museum and Tekniska Museet, Estocolmo, Suecia.
  • Desenhos – Paço Imperial, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Hélio Oiticica e a Cena Americana, Centro Cultural Hélio Oiticica, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Futebol Arte, Fundação Casa França-Brasil Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Museu de Arte Contemporânea de Niterói, Rio de Janeiro, Brasil.
  • 1997

  • Networking – art by post and fax, Spacex Gallery, Hayward Gallery and Arts Council Collection, Manchester, Inglaterra.
  • You are here, Royal College of Art, Londres, Inglaterra.
  • Realigning Vision: South American Drawings – 1960-1997, Archer Hunting Art Gallery.
  • College of Fine Arts, The University of Texas, Austin, EUA.
  • Realigning Vision: South American Drawings – 1960-1997, El Museo del Barrio, Nova York, EUA.
  • I Bienal de Artes Visuais do Mercosul, Porto Alegre, Brasil.
  • Asi esta la cosa, Centro Cultural Arte Contemporaneo, Cidade do México, Mexico.
  • Face à l’histoire, Musée National d’Art Moderne, Centre Georges Pompideau, Paris, França.
  • Tridimensionalidade na arte brasileira do Século XX, Itaú Cultural, São Paulo, Brasil.
  • II Johannesburg Bienale/Trade Routes, Johannesburgo, Africa do Sul.
  • Arte Pará- Fronteiras, Museu do Estado/Palácio Lauro Sodré, Belém, Brasil.
  • Arte/Cidade – a cidade e suas histórias, São Paulo, Brasil.
  • Novas Aquisições (Coleção Gilberto Chateaubriand), Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro, Brasil.
  • 1996

  • Panorama Arte Brasileira, Museu de Arte Moderna de São Paulo, Brasil.
  • Amigos do Calouste Gulbenkian, Centro de Artes Calouste Gulbenkian, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Sin Fronteras – arte latinoamericana atual, Complejo Cultural La Rinconada, Museo Alejandro Otero, Caracas, Venezuela.
  • 1995

  • Art from Brasil: Cildo Meireles and Waltercio Caldas, Galerie Lelong, Nova York, EEUU.
  • Arteleku. Colisiones, Donostia, San Sebastian, Espanha.
  • Temporarely Possessed, The New Museum of Contemporary Art, Nova York, EUA.
  • Dinheiro, Diversão e Arte, Centro Cultural Banco do Brasil, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Continuum: Brasilian Art, 1960’s-1990’s, University of Essex, Colchester, Inglaterra.
  • 1994

  • Impressões, Escola de Artes Visuais do Parque Lage, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Cildo Meireles – Capp Street Project, São Francisco, CA, EEUU.
  • Bienal Brasil Século XX, Fundação Bienal de São Paulo, Brasil.
  • 20 Anos de Arte Brasileira, Museu de Arte de São Paulo, Brasil.
  • O desenho moderno no Brasil, Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Brasil.
  • Trincheiras – arte e política no Brasil, Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro, Brasil.
  • 1993

  • Body to Earth – Three Artists from Brasil: Cildo Meireles, Mário Cravo Neto e Tunga, University of South California, Los Angeles, EEUU.
  • Lateinamerikanische Kunst im 20 Jahrhundert, Museum Ludwig at Josef Haubrich-Kunsthalle, Köln, Alemanha.
  • Domaine du Kerguehenec. L´Ordre du Temps, Domaine de Kerguéhennec, centre d'art contemporain, Bignan, França.
  • Latin-American Artists of the XX Century, Museum of Modern Art, Nova York, EEUU.
  • A presença do ready-made, 80 anos, Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo, São Paulo, Brasil.
  • Emblemas do Corpo – desenhos, Centro Cultural Banco do Brasil, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Mestres Brasileiros na Coleção do Chase, Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Representação – presença decisiva, Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo, Pinacoteca de São Paulo, São Paulo, Brasil.
  • Pequeno Formato Latinoamericano 94/Artistas Contemporâneos en Latinoamérica, Viejo San Juan de Porto Rico, Luigi Marrozzini Gallery, Miami, EEUU.
  • O desenho moderno no Brasil (col.Gilberto Chateaubriand), Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro/Galeria de Arte Sesi, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Time and Tide. The II Tyne International Exhibition of Contemporary Art, Newcastle-upon-Tyne, Inglaterra.
  • L’autre a Montevideo/Homenaje a Isidore Ducasse, Museo Nacional de Artes Visuales M.CM.XCIII, Montevideu, Uruguai.
  • 1992

  • Amerika – the bride of the sun, Koninklijk Museum voor Shone Kunsten, Antuérpia.
  • Pour la suite du monde, Musée d’Art Contemporain de Montréal, Montreal, Canadá.
  • Artistas Latinoamericanos del siglo XX: una perspectiva de fin de siglo, Estación Plaza de Armas, Sevilha, Espanha.
  • Documenta IX Kassel, Kassel, Alemanha.
  • Encounters/Displacements: Cildo Meireles, Alfredo Jaar e Luiz Camnitzer, Archer M. Huntington Gallery, College of Fine Arts, The University of Texas, Austin, EEUU.
  • Latin-American Artists of the XX Century, Musée National d´Art Moderne, Centre Georges Pompidou, Paris, França.
  • Museu Nacional de Belas-Artes, Rio de Janeiro, Brasil.
  • 1991

  • Dénonciation, École d’Architecture de Normandie, Rouen.
  • O Clássico no Contemporâneo – Nacional/Internacional na Arte Brasileira, Paço das Artes, São Paulo, Brasil.
  • 1989

  • Magiciens de la Terre, Musée National d’Art Moderne Centre Georges Pompidou, Grand Halle, La Villette, Paris.
  • Through/Cildo Meireles – Lezarts/Tunga, Kanaal Art Foundation, Kortrijk.
  • XX Bienal de São Paulo, São Paulo, Brasil.
  • 1988

  • Expressão e Conceito/anos 70, (coleção Gilberto Chateaubriand), Galeria Centro Empresarial Rio, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Brasil Projects, PSI, The Institute for Art and Urban Resources, Long Island City, Nova York, EEUU.
  • The Debt, Exit Art, Galeria Exit Art, Nova York, EEUU.
  • Broken Musik, Daadgalerie, Berlim, Alemanha.
  • Broken Musik, Gemeentemuseum, Den Haag, Holanda.
  • Broken Musik, Magazin Grenoble, Grenoble, França.
  • The Latin American Spirit: art and artists in the United States, 1920-1970, The Bronx Museum of Arts, Nova York, EEUU.
  • Modernidade – contemporaneidade: arte brasileira do século XX, Museu de Arte Moderna de São Paulo, São Paulo, Brasil.
  • Missões: 300 Anos – visão do Artista, MASP, São Paulo, Brasil.
  • Missões: 300 Anos – visão do Artista, Parque Lage, Rio de Janeiro, Brasil.
  • 1987

  • Palavra Imágica, Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo, São Paulo, Brasil.
  • Missões: 300 Anos – visão do Artista, Teatro Nacional de Brasília, Brasil.
  • As Bienais no Acervo do Museu de Arte Contemporânea (1951-1985), Museu de Arte Contemporânea de São Paulo, São Paulo, Brasil.
  • Modernidade: Art brésilien du 20e. siècle, Musée d’art Moderne de la Ville de Paris, Paris, França, Museu de Arte Moderna de São Paulo, São Paulo, Brasil.
  • 1986

  • Depoimento de uma Geração: 1969/1970, Galeria Banerj, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Uma Geração 18 anos depois, Investiarte Galeria/Shopping Cassino Atlântico, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Galeria Luisa Strina – 12 anos de trabalho juntos, São Paulo, Brasil.
  • 1984

  • Fifth Sidney Biennal – Private Symbols: Social Metaphor, Art Gallery of New South Wales, Sidney.
  • Intervenções no Espaço Urbano, Galerias Sergio Milliet e Espaço Alternativo, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Tradição e Ruptura – síntese de arte e cultura brasileiras, Fundação Bienal de São Paulo, São Paulo, Brasil.
  • Retrato e Auto-retrato da arte brasileira (col.Gilberto Chateaubriand), Museu de Arte Moderna, São Paulo, Brasil.
  • A Arte Brasileira Contemporânea: Cildo Meireles, Emil Forman e Carlos Fajardo, Espaço ABC Funarte, Rio de Janeiro, Brasil.
  • A Arte Brasileira Contemporânea: Cildo Meireles, Emil Forman e Carlos Fajardo, MAM, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Madeira, Matéria e Arte, Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro, Brasil.
  • 1982

  • Da arte moderna à arte contemporânea: novas vertentes, Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa, Portugal.
  • 1981

  • Do moderno ao contemporâneo, Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Quase Cinema “Cildo Meireles” (35mm)- dir.Wilson Coutinho, Fundação Cultural do Distrito Federal, Brasília, Brasil.
  • XVI Bienal Internacional de São Paulo, São Paulo, Brasil.
  • I Colóquio de Arte No-Objectual de Medellín, Museu de Arte Moderno, Medellin.
  • Primeira Exposição de Arte Latina, Prefeitura Municipal do Recife, Recife, Brasil.
  • 1980

  • Clementina de Jesus – a benção Quelé, Funarte, Rio de Janeiro, Brasil.
  • 1979

  • Figuração Referencial – XI Salão Nacional de Arte, Museu de Arte de Belo Horizonte, Belo Horizonte, Brasil.
  • 1977

  • Biennale de Paris, Paris.
  • Acervo/Aquisições, Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Poéticas Visuais, Museu de Arte Contemporânea de São Paulo, Brasil.
  • 1976

  • La Biennale di Venezia, Actualitá Internazional, Veneza.
  • Arte Brasileira – os anos 60/70 (coleção Gilberto Chateaubriand), Museu de Arte Moderna da Bahia, Salvador, Brasil.
  • 1975

  • Novas Tendências Audiovisual, Paço das Artes, São Paulo, Brasil.
  • 1974

  • Desenho Brasileiro – IX Salão de Arte Contemporânea de Campinas, Museu de Arte Contemporânea de Campinas, Campinas, Brasil.
  • 1973

  • Expo-Projeção: som, audiovisual, super 8 e 16mm, Galeria Grife, São Paulo, Brasil.
  • 1970

  • Information, Museum of Modern Art, Nova York, EUA.
  • Agnus Dei, Petite Galerie, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Do Corpo à Terra -Palácio das Artes, Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil.
  • 1969

  • Pré-Bienal de Paris, Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Salão da Bússola, Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro, Brasil.
  • 1965

  • II Salão de Arte Moderna do Distrito Federal, Brasília, Brasil.

Coleções Públicas

     

    SMAK Stedelijk Museum voor Actuele Kunst, Gent, Bélgica.

    Inhotim Centro de Arte Contemporânea, Brumadinho, MG, Brasil.

    Museu de Arte Contemporanea de Niterói, Niterói, RJ, Brasil.

    mam – Museu de Arte Moderna de São Paulo, São Paulo, Brasil.

    Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo, São Paulo, Brasil.

    Musée d'Art Moderne et Contemporain (MAMCS), Estrasburgo, França.

    21st Century Museum of Contemporary Art – Kanazawa, Kanazawa, Japão.

    Ellipse Foundation, Alcoitão, Portugal.

    Museu Serralves – Museu de Arte Contemporânea, Porto, Portugal.

    Museu d´Art Contemporani de Barcelona – MACBA, Barcelona, Espanha.

    CGAC – Centro Galego de Arte Contemporánea, Santiago de Compostela, Espanha.

    ARTIUM Centro-Museo Vasco de Arte Contemporáneo, Vitoria-Gasteiz, Espanha.

    Daros Latinamerica, Zurique, Suiça.

    Tate Britain, Londres, Reino Unido.

    Blanton Museum of Art, Austin, TX, USA.

    LACMA – Los Angeles County Museum of Art, Los Angeles, CA, USA.

Bibliografia

    2014

  • Cildo Meireles: Installations. Curadoria de Vicente Todolí. Milão, Itália. Organização Hangar Bicocca, Centro de Arte Reina Sofia e Museu de Arte Contemporânea de Serralves.
  • 2013

  • MEIRELES, Cildo. Cildo Meireles. Curadoria de João Fernandes. Madri, Espanha: Museu Nacional Centro de Arte Reina Sofia, Palacio de Velasquez, 2013.
  • MEIRELES, Cildo. Cildo Meireles: Artes plásticas. Edição de João Fernandes. Oporto, Portugal: Museu de Arte Contemporânea de Serralves, 2013.
  • 2011

  • MEIRELES, Cildo. Ocupação. Concepção e coordenação editorial do Itaú Cultural. Coordenação de conteúdo de Guilherme Winik. São Paulo, Brasil: Itaú Cultural, 2011.
  • 2009

  • MEIRELES, Cildo. Cildo Meireles. Curadoria Curadoria de Vicente Todolí. Edição de Guy Brett. Barcelona, Espanha: Museu d´Art Contemporani de Barcelona, 2009.
  • MEIRELES, Cildo. Cildo Meireles. Edição de Damián Ortega. México, México: 2009. Publicado originalmente por ocasião da exibição Cildo Meireles, Valencia, Espanha: IVAM Centre del Carme, em fevereiro de 1995.

2014

2010

2003

2000

1998

1992

1989

1986

1983

  • em ocasião das exposições no Museu Reina Sofia, Museu Serralves e HangarBicocca
  • Contemporary Art Brazil
  • Avenida Paulista. 16 Fevereiro — 28 Maio 2017 São Paulo, BR.
  • Toda percepción es una interpretación: YOU ARE PART OF IT. 30 Novembro 2016 — 12 Março 2017 Miami, US.
  • Por aqui tudo é novo. 08 Setembro 2016 — 10 Setembro 2017 Brumadinho, BR.
  • Os muitos e o um: arte contemporânea brasileira na coleção de Andrea e José Olympio Pereira. 04 Setembro — 23 Outubro 2016 São Paulo, BR.
  • Shanghai Project. 04 Setembro 2016 — 17 Março 2017 Shanghai, CN.
  • Situações: A Instalação no acervo da Pinacoteca. 06 Agosto 2016 — 20 Fevereiro 2017 São Paulo, BR.
  • A Cor do Brasil: de Visconti a Volpi, de Sued a Milhazes. 02 Agosto 2016 — 15 Janeiro 2017 Rio de Janeiro, BR.
  • Em Polvorosa. 30 Julho — 30 Outubro 2016 Rio de Janeiro, BR.
  • SITE Santa Fe. 16 Julho 2016 — 08 Janeiro 2017 Santa Fe, US.
  • Brazil, Beleza?! Contemporary Brazilian Sculpture. 25 Maio — 02 Outubro 2016 Haia, NL.
  • Totemonumento. 19 Janeiro — 27 Fevereiro 2016 São Paulo, BR.
  • Resistence Performed – Aesthetic Strategies under Repressive Regimes in Latin America. 21 Novembro 2015 — 07 Fevereiro 2016 Zurique, CH.
  • Imagine Brazil. 09 Novembro 2015 — 13 Março 2016 Montreal, CA.
  • International Pop. 11 Outubro 2015 — 17 Janeiro 2016 Dallas, US.
  • Camelô. 09 Outubro — 15 Novembro 2015 Rio de Janeiro, BR.
  • Casa Cidade Mundo. 05 Outubro — 14 Novembro 2015 Rio de Janeiro, BR.
  • 34º Panorama da Arte Brasileira. 03 Outubro — 18 Dezembro 2015 São Paulo, BR.
  • How to (…) Things That Don’t Exist. Quinta 01 Outubro 2015 Porto, PT.
  • q and a. 25 Setembro 2015 — 09 Janeiro 2016 San Gimignano, IT.
  • 14a Bienal de Istambul. 05 Setembro — 01 Novembro 2015 Istambul, TR.
  • TRIO Bienal. 05 Setembro — 26 Novembro 2015 Rio de Janeiro, BR.
  • CFB: 25 anos. 15 Agosto — 20 Setembro 2015 Rio de Janeiro, BR.
  • OBA + Ouvir o Rio. Domingo 21 Junho 2015 São Paulo, BR.
  • Cildo Meireles. 15 Maio — 24 Julho 2015 Nova York, US.
  • Encruzilhada. 28 Abril — 02 Junho 2015 Rio de Janeiro , BR.
  • Experiência da Arte. 21 Abril — 25 Outubro 2015 Santo André, BR.
  • International Pop. 11 Abril — 29 Agosto 2015 Minneapolis, US.
  • A queda do céu. 10 Abril — 05 Junho 2015 São Paulo, BR.
  • Do Objeto para o Mundo – Coleção Inhotim. 02 Abril — 31 Maio 2015 São Paulo, BR.
  • Made in Brasil. 21 Março — 09 Agosto 2015 Rio de Janeiro, BR.
  • Imagine Brazil. 13 Março — 03 Maio 2015 São Paulo, BR.
  • Possibilities of the Object: Experiments in Modern and Contemporary Brazilian Art. 06 Março — 25 Maio 2015 Edimburgo, GB.
  • Ouvir o Rio. Quarta 05 Novembro 2014 São Paulo, BR.
  • Que coisa é? uma conversa / a conversation. Notícia, 31 Agosto — 01 Novembro 2014 São Paulo, BR.
  • A pegada Pop. Notícia, 13 Agosto — 27 Setembro 2014 São Paulo, BR.
  • Like a needle in a haystack. Notícia, 19 Julho — 14 Setembro 2014 Møn, DK.
  • artevida – A citywide contemporary art exhibition. Notícia, 27 Junho — 21 Setembro 2014 Rio de Janeiro, BR.
  • Imagine Brazil. 06 Junho — 17 Agosto 2014 Lyon, FR.
  • Instalações. 27 Março — 20 Julho 2014 Milão, IT.
  • 140 Caracteres. 28 Janeiro — 16 Março 2014 São Paulo, BR.
  • Cildo Meireles. 05 Dezembro 2013 — 16 Fevereiro 2014 São Paulo, BR.
Links
Voltar ao Topo