Jarbas Lopes






Desenho elástico
Projeto Troca - Troca de 2002
Faixas 1
série "Bicicleta Cicloviaérea"
O bem e mal entendido

Nascido em 1964, Nova Iguaçu, Rio de Janeiro, Brasil.
Vive e trabalha em Maricá, Rio de Janeiro, Brasil.

Educação

     

    Bacharelado em Escultura, Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Brasil.

Exposições Individuais

    2017

  • XXXY, Galeria Gentil Carioca, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Circulovisão, Galeria Luisa Strina, São Paulo, Brasil.
  • e a u, CRAC Alsace, Altkirch, França.
  • 2016

  • SOLTO, Sesc, Nova Iguaçu, Brasil.
  • 2015

  • Galeria Baginski, Lisboa, Portugal.
  • 2013

  • Galeria A Gentil Carioca, Rio de Janeiro, Brasil.
  • A Line, Tilton Gallery, New York, EUA.
  • 2010

  • Park Central, Tilton Gallery, New York, EUA.
  • Cicloviaérea, Museo Nacional de Belas Artes, Santiago, Chile.
  • 2009

  • Padedéu (com Laura Lima), Galeria Luisa Strina, São Paulo, Brasil.
  • Com Piada, Galeria Baginski/Projectos, Lisboa, Portugal.
  • 2008

  • Cicloviaérea, Galeria A Gentil Carioca, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Estação Cicloviaérea, Centro Cultural São Paulo, Brasil.
  • 2007

  • Novas Utopias, MAMAM – Museu Moderna Aloisio Magalhães, Recife, Brasil.
  • Jarbalópolis, Nova York, EUA.
  • Cicloviaérea, ASU Museum of Art, Phoenix, EUA.
  • 2006

  • Política Di-vi-da, Galeria André Milan, São Paulo, Brasil.
  • 2005

  • Bolsa Residência na Fundação Cisneros, Miami, EUA.
  • 2004

  • Galeria A Gentil Carioca, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Galeria André Millan, São Paulo, Brasil.
  • 2003

  • Cicloviaérea, Museu de Arte Moderna de Pampulha, Belo Horizonte, Brasil.
  • O Debate, Paço Imperial, Rio de Janeiro, Brasil.
  • 2000

  • Galeria Conjunto Cultural da Caixa Econômica Federal, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Galeria Ray Gun, Valência, Espanha.
  • Galeria Casa Triângulo, São Paulo, Brasil.
  • 1998

  • Paço Imperial, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Casa Triângulo, São Paulo, Brasil.
  • Centro Cultural São Paulo, Brasil.
  • 1997

  • Associação Brasileira de Artes, São Paulo, Brasil.
  • 1996

  • Centro Cultural Cândido Mendes, Rio de Janeiro, Brasil.
  • 1995

  • Centro Cultural Cândido Mendes, Rio de Janeiro, Brasil.

Exposições Coletivas

    2019

  • O Que não É Floresta É Preso Político, Galeria Reocupa, da Ocupação 9 de Julho, São Paulo, Brasil.
  • A Burrice dos Homens, Galeria Bergamin & Gomide, São Paulo, Brasil.
  • Utopia de colecionar o pluralismo da arte, Fundação Marcos Amaro, Itu, Brasil.
  • 3ª Bienal de Vila de Gaia, Vila Nova de Gaia, Portugal.
  • Criteria – seleção de trabalhos da coleção Fundación ARCO / Ifema, Cordoaria Nacional, Lisboa, Portugal.
  • 2018

  • Via Aérea, Sesc Belenzinho, São Paulo, Brasil.
  • Jardim das delícia com juízo final, Galeria Cavalo, Rio de Janeiro, Brasil.
  • 2017

  • BOA SORTE com os vossos esforços naturais, combinados, atrativos e verdadeiros em duas exposições, Fórum Eugénio de Almeida, Évora, Portugal.
  • 2016

  • Homo Ludens, Galeria Luisa Strina, São Paulo, Brasil.
  • A Cor do Brasil: de Visconti a Volpi, de Sued a Milhazes, Museu de Arte do Rio (MAR), Rio de Janeiro, Brasil.
  • Brazil, Beleza?! Contemporary Brazilian Sculpture, Museum Beelden aan Zee, Haia, Holanda.
  • Provocar Urbanos: Inquietações sobre a Cidade, Sesc Vila Mariana, São Paulo, Brasil.
  • E de novo montanha, rio, mar, selva, floresta, SESC Palladium, Belo Horizonte, Brasil.
  • 2015

  • (de) (re) construct: Artworks from the Permanent Collection, Bronx Museum, Nova York, EUA.
  • 2011

  • 32º Panorama da Arte Brasileira, Museu de Arte Moderna, São Paulo, Brasil.
  • 11ª Biennale de Lyon: A terrible beauty is born, Lyon, França.
  • 2010

  • Law of the jungle, Lehmann Maupin Gallery, New York, EUA.
  • 2009

  • Look.look.again., The Aldrich Contemporary Art Museum, Ridgefield, EUA.
  • Desenhos: A-Z, Museu da Cidade, Lisboa, Portugal.
  • 2008

  • Something for Nothing, CAC contemporary Art Center, New Orleans, EUA.
  • 7ª Bienal de Gwangju, Coreia do Sul.
  • 2007

  • Novas Utopias, MAMAM – Museu de Arte Moderna Aloisio Magalhães, Recife, Brasil.
  • Ctrl_C+ Recortar e Colar / Ctrl_V, Sesc Pompéia, São Paulo, Brasil.
  • 2006

  • 27ª Bienal de São Paulo, Fundação Bienal, São Paulo, Brasil.
  • 2005

  • Educação, Olha!, Galeria A Gentil Carioca, Rio de Janeiro, Brasil.
  • 2004

  • Unbound – installations by seven artists from Brazil, Parasol Unit, Londres, Inglaterra.
  • 2003

  • Gambiarra: New Art from Brasil, Gasworks Gallery, Londres, Inglaterra.
  • 8ª Bienal de Havana, Cuba.
  • 2002

  • Matéria Prima, NovoMuseu, Curitiba, Brasil.
  • Off the grid, Lehmann Maupin Gallery, Nova York, EUA.
  • Panorama da Arte Brasileira, Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Brasil.
  • 2001

  • Panorama da Arte Brasileira, Museu de Arte Moderna de São Paulo, Brasil.
  • 2000

  • Casa Oswald de Andrade, São Paulo, Brasil.
  • Festival de Inverno de Porto Alegre, Brasil.
  • XXVI Bienal de Pontevedra, Espanha.
  • Desvio para o Feminino, Centro Cultural Caixa Econômica, Rio de Janeiro, Brasil.
  • BR 500 (projeto itinerante), Campinas / Americana / Porto Alegre / São Paulo / Santos, Brasil.
  • 1999

  • XVI Salão Nacional de Artes, Fundação Nacional de Arte, Rio de Janeiro, Brasil.
  • VI Salão da Bahia, Museu de Arte Moderna da Bahia, Salvador, Brasil.
  • Projeto Rumos Visuais, Itaú Cultural (mostra itinerante), São Paulo / Belo Horizonte / Brasília, Brasil.
  • A Imagem do Som de Chico Buarque, Paço Imperial, Rio de Janeiro, Brasil.
  • A Imagem do Som de Chico Buarque, Centro Cultural Borges, Buenos Aires, Argentina.
  • 1998

  • XXV Salão Nacional de Artes de Belo Horizonte, Brasil.
  • 16a Salao Nacional de Artes Plásticas, FUNARTE – IBAC, Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Prêmio Aquisição, Brasil.
  • A Imagem do Som de Caetano Veloso, Paço Imperial, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Dez anos de Casa Triângulo, Casa Triângulo, São Paulo, Brasil.
  • 1997

  • 25ª Exposição de Arte de Belo Horizonte, Museu de Arte de Pampulha, Belo Horizonte, Brasil – 1º Prêmio.
  • Cidade Oculta, Paço Imperial, Rio de Janeiro, Brasil.
  • 1996

  • Projeto Antártica Artes com a Folha, Pavilhão Manuel da Nóbrega, São Paulo, Brasil.
  • Projeto Macunaíma, Museu Nacional de Belas Artes, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Projeto Quatro Quadros, Centro Cultural Cândido Mendes, Rio de Janeiro, Brasil.
  • 1995

  • XIX Salão Carioca de Artes, Parque Lage, Rio de Janeiro, Brasil.
  • 1992

  • 2ª Bienal Internacional de Grabado, Orense, Espanha.
  • 1990

  • 1ª Bienal Internacional de Grabado, Orense, Espanha.
  • 15ª Exposição Carioca de Artes, Parque Lage, Rio de Janeiro, Brasil.

Coleções Públicas

     

    Instituto Inhotim, Brasil.

    Victoria and Albert Museum, Inglaterra.

    Arizona State University Museum, EUA.

    The Cisneros Fontanals Art Foundation, EUA.

    MAM/Rio Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Brasil.

    Coleção Gilberto Chateaubriand no MAM/Rio, Brasil.

    Centro Cultural Cândido Mendes, Brasil.

    Associação Brasileira de Artes em São Paulo, Brasil.

    Coleção Ester Emílio Carlos, Rio de Janeiro, Brasil.

    Museu de Arte da Pampulha, Brasil.

    Funarte / IBAC, Rio de Janeiro, Brasil.

    Fundación ARCO, Espanha.

    MoMA Museum of Modern Art, EUA.

    TBA21 Thyssen-Bornemisza Art Contemporary, Áustria.

    Bronx Museum, Nova York.

    FAMA, Itu, Brasil.

2017

2009

  • ABC – Arte Brasileira Contemporânea
  • Contemporary Art Brazil
  • O que não é floresta é prisão política. Notícia, 15 Setembro — 03 Novembro 2019 São Paulo, BR.
  • 3ª Bienal de Vila de Gaia. 20 Abril — 20 Julho 2019 Vila Nova de Gaia, PT.
  • Utopia de colecionar o pluralismo da arte. 13 Abril 2019 — 06 Dezembro 2020 Itu, BR.
  • Criteria. 30 Janeiro — 21 Abril 2019 Lisboa, PT.
  • Via Aérea. 30 Agosto — 02 Dezembro 2018 São Paulo, BR.
  • Antes que as traças nos devorem. 07 Julho — 11 Agosto 2018 Recife, BR.
  • O Louco e a saúde da comunidade, Da coletividade, Da tribo, Dosnomadesdolabirinto. Sábado 19 Maio 2018 São Paulo, BR.
  • e a u. 15 Junho — 17 Setembro 2017 Altkirch, FR.
  • BOA SORTE com os vossos esforços naturais, combinados, atrativos e verdadeiros em duas exposições. 06 Maio — 01 Outubro 2017 Évora, PT.
  • Névoas de Abstrações. Terça 29 Novembro 2016 São Paulo, BR.
  • A Cor do Brasil: de Visconti a Volpi, de Sued a Milhazes. 02 Agosto 2016 — 15 Janeiro 2017 Rio de Janeiro, BR.
  • Em Polvorosa. 30 Julho — 30 Outubro 2016 Rio de Janeiro, BR.
  • SOLTO. 16 Junho — 14 Agosto 2016 Nova Iguaçu, BR.
  • Brazil, Beleza?! Contemporary Brazilian Sculpture. 25 Maio — 02 Outubro 2016 Haia, NL.
  • Provocar Urbanos: Inquietações sobre a Cidade. 20 Março — 31 Julho 2016 São Paulo, BR.
  • E de novo montanha, rio, mar, selva, floresta. 08 Março — 10 Abril 2016 Belo Horizonte, BR.
  • (de) (re) construct: Artworks from the Permanent Collection. 24 Outubro 2015 — 10 Janeiro 2016 Nova York, US.
  • Invento. 05 Agosto — 04 Outubro 2015 São Paulo, BR.
  • Bonne Chance pour vous tentatives naturelles, combinées, attractives et véridiques en deux expositions. 18 Junho — 20 Setembro 2015 Altkirch, CH.
  • Elástica. 03 Junho — 05 Setembro 2015 Lisboa, PT.
  • A pegada Pop. Notícia, 13 Agosto — 27 Setembro 2014 São Paulo, BR.
Links
Voltar ao Topo