Cildo Meireles

Totemonumento

São Paulo, BR
19 Janeiro — 27 Fevereiro 2016




Exposição coletiva organizada por Isabella Rjeille. A exposição toma seu título emprestado de um controverso trabalho de Cildo Meireles realizado no contexto da ditadura militar brasileira em 1970. Tiradentes: totem-monumento ao preso político foi uma ação do artista realizada na semana em que se comemorou a Inconfidência Mineira na qual a figura de Tiradentes foi eleita como heróica pelos militares, transformando-o em um emblema nacional. O gesto fugaz de Cildo produziu um anti-monumento, que deixava em suas ruínas, a memória de um presente violento; trazia a morte como matéria e agente da história. Uma crítica brutal a um momento crucial da história brasileira.

Voltar ao Topo