Erick Beltrán | Universo En Expansión

October 02 — November 03 2007
Projeto no 2ª piso






ERICK BELTRÁN – piso II (mostra paralela à exposição de Juan Araujo)  “Universo en Expansión”            Dando continuidade ao programa de exposições do tipo “projeto”, a Galeria Luisa Strina apresenta mostra do artista mexicano Erick Beltrán.

“Universo en Expansión” reúne diagramas de bombas e artefatos explosivos que recobrem todas as paredes do piso II da galeria. São imagens espalhadas pelas paredes e dispostas como constelações. Não há textos, qualquer tipo de letras ou tipografias, apenas desenhos em vinil preto, aparentemente abstratos, que ilustram uma viagem à história das bombas.

Os gráficos funcionam como uma árvore genealógica das explosões e também como reflexão de uma teoria da expansão eterna, ou Big Rip de caráter político.    Em seu trabalho, Beltrán desconstrói os sistemas visuais para aludir a questões relacionadas à comunicação de massas e as implicações sócio-políticas da cultura visual. Tem interesse em subverter as formas de representação da realidade, trabalhando com a edição e a reciclagem de informação. Neste contexto, a papel do editor é central na atividade do artista, cujas obras assumem freqüentemente o formato de pequenos livros, revistas, jornais, folhetos e cartazes que são oferecidos ao público durante suas mostras.

Erick Beltrán nasceu na cidade do México, em 1974. Realizou diversas exposições individuais, como em Tranzitdisplay (Praga), em 2007; “El orden de las particulas”, Maco (Cidade do México), em 2007; “Ergo Sum”

Museo Experiemntal El Eco (Cidade do México) em 2006“Enciclopédia”, Galería OMR (Cidade do México), em 2005; “Punchdrunk”, SMAK (Gent), em 2005; “Analphabet”, Stedelijk Museum Bureau (Amsterdã), em 2005; “Réplica” (com Jorge Macchi), Muca Roma (Cidade do México), em 2004.

Entre suas exposições coletivas estão “Forms of resistance”, Van Abbe Museum (Eidnhoven); a Biennale de Lyon, (Lyon); “Carteles”, Centre d’art La Panera (Lleida); “Encuentro Medellín/Practicas Artísticas Contemporáneas 2007” (Medellin); “Societe Anonyme”, Le Plateau (Paris), “PaperBack”, Museo de arte contemporaneo de Vigo (Vigo), todas em 2007.

Também participou da 5a Bienal del Mercosur (Porto Alegre), em 2005; e da Prague Biennale 2 (Praga), em 2005. Participa atualmente da 9ª Bienal de Lyon.

Back to Top