Caetano de Almeida

05 Abril — 21 Maio 2016
Sala 01






A pintura de Caetano de Almeida trama o signo, o corpo e sua ausência, a lentidão, o investimento do desejo, o acúmulo de capital, o regime de trabalho, a espera.
Paulo Herkenhoff

A Galeria Luisa Strina apresenta a exposição individual de Caetano de Almeida, do dia 5 de abril ao dia 21 de maio de 2016.

Após quatro anos sem expor suas obras em São Paulo, o artista apresenta um desenho e novas pinturas. As pinturas, construídas a partir de linhas, dão prosseguimento a pesquisa do artista sobre trama, padrões e história. Suas composições são, muitas vezes, opticamente carregadas, cromáticas e frequentemente caracterizadas por padrões feitos de recortes circulares e buracos. A estrutura geométrica dos trabalhos aponta para a rica história da arte geométrica. Entretanto é o uso intuitivo da cor de Caetano que proporciona uma sensação única de dinamismo próprio.

Caetano de Almeida vive e trabalha em São Paulo. Exposições individuais recentes incluem: Coffret, Instituto Figueiredo Ferraz, Ribeirão Preto (2015); Galerie Anne Villepoix, Paris (2015); Andreas Thalmann Gallery, Zurique (2014); Eleven Rivington Gallery, Nova York (2013, 2011); Galeria Luisa Strina, São Paulo (2012).

Dentre as exposições coletivas nas quais participou: Eu represento os artistas, Revisited, Galeria Luisa Strina, São Paulo (2014); Guignard e o Oriente, entre Rio e Minas, MAR Museu de Arte do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro (2014); Histórias Mestiças, Instituto Tomie Ohtake, São Paulo (2014); 0 to 60: The Experience of Time through Contemporary Art, North Carolina Museum of Art, Raleigh (2013); Law of the jungle, Lehmann Maupin Gallery, Nova York (2010); Ponto de equilíbrio, Instituto Tomie Ohtake, São Paulo (2010).

Sua obra está presente em importantes coleções como: Museum of Fine Arts, Boston; MAM/SP Museu de Arte Moderna de São Paulo; MAM/Rio Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro; MAC/USP Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo; Coleção Gilberto Chateaubriand; Coleção Marcantônio Vilaça; CACI Centro de Arte Contemporânea Inhotim; Coleção João Carlos Fiqueiredo Ferraz; Peter Stuyvesant Foundation; North Carolina Museum of Art; Acervo Banco Itaú; Associação dos Amigos da Pinacoteca do Estado; Coleção Dakis Joannou; Deutsche Bank Collection.

Período de exposição: 5 de abril a 21 de maio 2016.
Horário de visitação: Segunda a Sexta das 10 às 19h / Sábados das 10 às 17h.
__
Para mais informações entrar em contato com Flávia França
flavia@galerialuisastrina.com.br .

Voltar ao Topo