Edgard de Souza

12 Abril — 13 Maio 2000
Exposição no 1º piso






Esculturas, fotografias e telas que não permitem que o espectador se situe sob um rótulo elucidativo. Há uma certa organicidade em todos os trabalhos, o que remete à idéia do corpo e da convivência pacífica entre a figura e a abstração.

Voltar ao Topo