Juan Araujo

02 Outubro — 03 Novembro 2007
Exposição no 1º piso






JUAN ARAUJO A Galeria Luisa Strina apresenta exposição individual do artista venezuelano Juan Araujo a partir do dia 02 de outubro.

Em sua primeira individual no Brasil, Juan Araujo apresenta um conjunto de pinturas elaboradas a partir de fotografias de casas, fachadas urbanas, e reproduções de livros sobre paisagismo e arquitetura no país. O artista esteve algumas vezes em São Paulo e no Rio de Janeiro a fim de visitar pontos específicos: a Casa do Jardim de Cristal, de Lina Bo Bardi, e a Casa das Canoas, de Oscar Niemeyer. Focou sua exposição nestas duas obras arquitetônicas, mas mostra também pinturas da casa do arquiteto venezuelano Carlos Raúl Villanueva (Caoma) e dos jardins de Burle Marx.

Para esta exposição, selecionou um pequeno grupo de fotografias (tiradas por ele ou encontradas em livros) como motivo para suas pinturas. O critério para estas escolhas foi tentar estabelecer uma relação de todos os lugares com a pintura, e não para identificá-los.

“A interação constante em todos estes espaços de materiais como a água, a pedra e o vidro, me motivaram a pintar um mundo presente na história da representação: reflexos, figuras inertes, cores nas pedras e sombras de jardins”, conta o artista. As legendas que acompanhavam as reproduções dos livros aparecem em algumas das obras expostas, intensificando a idéia de reprodução. Esta, por sua vez, é questionada pelas semelhanças e deformações que permite a pintura.

Juan Araujo (1971) vive e trabalha em Caracas, Venezuela. Entres suas exposições, estão a A Través no Centro Galego de Arte Contemporánea, Santiago de Compostela, Espanha, 2ª Trienal Poli/Gráfica de San Juan: América Latina y el Caribe, San Juan, Puerto Rico. XXVIII Bienal de São Paulo, em 2006, “Insite”, no Centro Cultural de Tijuana, México, em 2005, e “Jump Cuts”, no American National Society, Nova York, em 2005. Suas obras estão em importantes coleções como a Tate Modern, Londres.

Voltar ao Topo