Juan Araujo

Re-Untitled

26 Maio — 24 Julho 2009
Projeto no 2ª piso






JUAN ARAUJO RE-UNTITLED Abertura: 26 de Maio, 2009 às 19:00hs Período: De 26 de Maio a 24 de Julho, 2009 Local: Galeria Luisa Strina Rua Oscar Freire, 502 Horários da Galeria: Segunda a Sexta: 10:00 – 19:00hs Sábados: 10:00 – 17:00hs A Galeria Luisa Strina apresenta, do dia 26 de maio até o dia 24 de Julho de 2009 o projeto “Re-Untitled” do artista venezuelano Juan Araujo no segundo piso da galeria. O projeto reúne pinturas selecionadas e realizadas especificamente para o espaço expositivo da galeria e têm como tema a Casa das Canoas, do arquiteto Oscar Niemeyer (Rio de Janeiro, 1953). O projeto, formado por quatro pinturas, convidam o espectador a considerar as conseqüências de reprodução de uma obra de arte, questionando o que resta de sua essência, argumento, textura e técnica uma vez reproduzida. Estas questões estão presentes em suas obras: duas elaboradas a partir de fotografias tiradas pelo artista em uma visita à Casa das Canoas em 2007, e outra a partir de uma apropriação de um folder da fotografa Luisa Lambri, publicado como registro de uma residência que a artista realizou no Brasil em 2003. O artista também lida com a idéia de mostrar o processo de uma pintura e a interação com seus textos, como em “Inacabada – Canoas 6,” onde a partir de uma imagem da facha frontal da casa, as áreas “inacabadas” são completadas com o nome das cores nas partes do quadro. Tecnicamente, o pintor venezuelano segue uma longa tradição de pintura paisagista presente na América do Sul nos séculos passados. Seus quadros contêm qualidades utópicas e formalistas que remetem às pinturas de paisagens brasileiras do pintor Frans Jansz Post (século XVII), seguidor da pintura acadêmica Holandesa. Juan Araujo é um continuador contemporâneo desta tradição, seus quadros, concebidos em séries, não documentam lugares visitados, mas sim lugares já representados por outros artistas. Desta maneira, Araujo homenageia e questiona a arte contemporânea ao apresentar novas representações ligadas à percepção de uma obra original de arte. Juan Araujo (1971) vive e trabalha em Caracas, Venezuela. Entres suas exposições, estão: A Través no Centro Galego de Arte Contemporánea, Santiago de Compostela, Espanha, 2ª Trienal Poli/Gráfica de San Juan, América Latina y el Caribe, San Juan, Puerto Rico. XXVIII Bienal de São Paulo, em 2006, “Insite”, no Centro Cultural de Tijuana, México, em 2005, e “Jump Cuts”, no American National Society, Nova York, em 2005. Suas obras estão em importantes coleções como a Tate Modern, Londres.

Para maiores informações e material de divulgação contate: CRISTINA HAAPALAINEN – crishaapalainen@hotmail.com I +55.11.3088-2471.

Voltar ao Topo